Mantega afirma que há condições para queda de juros

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Guido Mantega, afirmou hoje que existem condições para a queda da taxa básica de juros, a Selic, já na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) esta semana. Segundo Mantega, a trajetória de queda dos índices de inflação justifica essa expectativa. Por outro lado, Mantega ressaltou que não gosta de dar palpite em semana de Copom. "A queda dos juros virá quando os companheiros do Copom julgarem que é oportuno", considerou. O presidente do BNDES projeta crescimento do PIB de 5% em 2006, o que somado à expansão projetada de cerca de 4% para este ano e de 5% em 2004 assegura, segundo Mantega, um período de crescimento sustentado. Pesquisa do BC A pesquisa semana do Banco Central divulgada hoje mostrou que mais uma vez o mercado financeiro reduziu sua expectativa para a inflação em 2005. A projeção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - índice usado como referência para a meta de inflação - neste ano caiu de 5,23% para 5,20%. Esta foi a 17ª queda consecutiva das estimativas, que estavam em 5,40% há quatro semanas. Com a nova queda, as previsões de inflação aproximam-se ainda mais do objetivo perseguido pelo BC, de 5,1% para este ano. Veja mais informações no link abaixo.

Agencia Estado,

12 Setembro 2005 | 13h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.