finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mantega afirma que juro real deve cair abaixo de 10% em 2004

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, afirmou hoje que o País deverá romper em 2004 a barreira de juro real acima de 10% ao ano. "O Brasil se acostumou mal a trabalhar com taxa de juros real acima de 10%. Agora, vamos romper essa barreira e passar a conviver com taxas de países em desenvolvimento como México e Coréia", disse Mantega. Na avaliação do ministro, as condições macroeconômicas para reduzir a taxa de juros real no País já foram alcançadas. "As reformas também nos darão condições para trabalhar com uma taxa real abaixo de 10%", salientou. Para Mantega, atingir as taxas de juros real projetadas no Plano Plurianual de Investimentos (PPA) para o período de 2004 a 2007 é "perfeitamente exequível". No PPA, o governo estima que a taxa média de juros real em 2004 será de 8,1% caindo para 4,1% em 2007. Mantega também destacou que essa redução na taxa média de juros real não implicará em aumento da inflação.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2003 | 18h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.