Mantega ainda aposta em PIB de 0,8% no ano

Apesar do recuo de 0,3% do PIB de janeiro a setembro, o ministro do Planejamento, Guido Mantega, afirmou hoje que mantém a projeção de que o crescimento em 2003 será em torno de 0,8%. Segundo ele, a recuperação da economia no último trimestre ficará em torno de 3%, quando comparada a igual período de 2002. O ministro disse que esse crescimento será "mais do que suficiente" para compensar a queda do PIB nos três primeiros trimestres deste ano. "Ao contrário do ano passado, este ano vamos ter um crescimento muito mais concentrado nos últimos meses do ano". Na avaliação do ministro, esse crescimento do último trimestre será puxado pela indústria e pela retomada do consumo das famílias.O ministro afirmou que a queda do PIB divulgada pelo IBGE não será um desestímulo para a retomada dos investimentos. "Isso não é um fator inibidor dos investimentos, quando vemos que a realidade mostra que todos os setores estão crescendo", afirmou. Segundo ele, em outubro, de 60 setores da economia, 41 registraram crescimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.