Mantega assina carta de posse como presidente do BNDES

O ex-ministro do Planejamento Guido Mantega assinou hoje no Rio de Janeiro o termo de posse como novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Mantega reuniu-se pela manhã com seu antecessor no cargo, Carlos Lessa, e agora à tarde está conversando com cada um dos diretores do banco.Mantega está acompanhado do chefe da assessoria econômica do ministério do Planejamento, Demian Fiocca, que deverá vir para o BNDES acompanhando Mantega. Fiocca inclusive participa amanhã de discussões no Congresso Nacional sobre Parceria-Público Privada (PPP) como representante do Ministério do Planejamento.CríticasLessa em aula magna para alunos do curso de especialização em desenvolvimento econômico e social para os funcionários do BNDES praticamente repetiu o discurso que fez sexta-feira em manifestação em sua homenagem. Lessa repetiu que conhece muito das elites porque é parte dela e voltou a criticar as elites responsabilizando-os pela sua saída do cargo."Em dois anos do governo Lula, aprendi o que me faltava saber (sobre elite). Serei eternamente grato a essa oportunidade de completar meu aprendizado, já um pouco velho", disse. Lessa apesar de não presidir mais o banco instruiu os alunos dizendo que "só devem ser financiados os projetos que são de interesse nacional e estratégico do País".Para Lessa, "um pedaço importante do futuro do País está aqui nesse banco. O maior pedaço está aqui e outro pedaço está na Caixa Econômica Federal (CEF)".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.