Mantega: Brasil vai manter taxa elevada de investimento

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que o Brasil deve manter a taxa de investimento maior do que o Produto Interno Bruto (PIB) e a demanda agregada, pois essa taxa deve crescer neste ano ao redor de 10%. Mantega ressaltou que o Brasil registra um crescimento sustentável em torno de 4,5%. Está é a projeção oficial de crescimento do Ministério da Fazenda.

RICARDO LEOPOLDO, Agencia Estado

25 de julho de 2011 | 16h20

Mantega ressaltou que o combate à inflação é a "prioridade número um do governo" e que não há contradição entre manter a inflação sob controle e proporcionar que a economia cresça ao redor de 4,5%. "A economia brasileira vai muito bem, a renda está aumentando, o crédito está crescendo menos. Vamos manter o crescimento do País em torno de 4% a 4,5%", disse. "Agora, para resolver esse problema (inflação) não precisa derrubar a economia. Não existe só uma medida de terra arrasada, de estourar uma bomba atômica. A inflação está sob controle, dentro dos limites estabelecidos pelo sistema de metas e deve fechar o ano baixo de 6,5%. Serão cinco anos consecutivos de inflação abaixo do teto", acrescentou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
Mantegainvestimentotaxa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.