Mantega critica declarações de Krugman sobre o Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, criticou na manhã de hoje, em Hamburgo, na Alemanha, as declarações do norte-americano Paul Krugman, Prêmio Nobel de Economia em 2008, sobre o risco de bolhas econômicas no Brasil. Em tom irônico, o ministro lembrou que o professor da Universidade de Princeton tem investimentos no País, sugerindo que as críticas não são referendadas por seus próprios atos. "Ele não só estava preocupado com a economia do Brasil, mas também tinha aplicações. Ele havia feito investimentos no Brasil", afirmou.

ANDREI NETTO, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

04 de dezembro de 2009 | 11h39

Então, Mantega mandou um recado direto ao acadêmico: "Nós podemos dizer ao economista Paul Krugman que não nós não permitiremos bolhas na economia brasileira". Segundo Mantega, o excesso de entusiasmo com relação ao Brasil está sendo acompanhado pelo governo. "Nós estamos atentos para impedir que haja a formação de bolhas no mercado brasileiro", assegurou.

Tudo o que sabemos sobre:
MantegaKrugmanbolhaBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.