carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Mantega defende salário mínimo de R$ 540

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que, apesar de ainda haver possibilidade de negociação sobre o reajuste do salário mínimo em 2011, se depender dele o novo mínimo será mesmo de R$ 540. O ministro afirmou ainda que esse valor foi o acertado dentro do governo como o melhor para ajudar a manter os gastos e, principalmente, evitar um rombo nas contas da Previdência. O ministro falou com jornalistas na entrada do Ministério da Fazenda, em Brasília.

EDUARDO RODRIGUES E ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

28 de dezembro de 2010 | 12h06

A despeito dos boatos que circulam na Esplanada dos Ministérios, o ministro descartou ainda mudar a presidência do Banco do Brasil (BB). "Aldemir Bendine está firme e sólido no cargo", disse. Segundo ele, não deve ocorrer por hora qualquer anúncio sobre mudanças nas presidências dos bancos públicos. "Ainda não estamos tratando dessa questão", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.