Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Mantega defende unificação da alíquota do ICMS para importados

‘O Brasil tem mercado consumidor e está sendo apropriado por importações’, disse o ministro 

Célia Froufe e Renata Veríssimo, da Agência Estado,

22 de março de 2012 | 15h02

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, engrossou o coro do governo que quer ver aprovada pelo Congresso a Resolução 72, que pretende acabar com a "guerra dos portos". A Resolução 72 procura unificar a alíquota de ICMS interestadual cobrada em produtos e bens importados. A proposta do governo federal é a de que as alíquotas de 7% a 12% - de acordo com o Estado e o produto - passem a ser de 4% para todos.

"Hoje, está tendo incentivo para o importador. O Brasil tem mercado consumidor e está sendo apropriado por importações. Neste sentido, aprovar a resolução é importante", disse Mantega, durante entrevista coletiva, após reunião com empresários e a presidente Dilma Rousseff.

Ele ressaltou que os empresários dialogarão com Congresso sobre as mudanças. "Estamos exportando empregos. Justamente no momento que está todo mundo desesperado", comentou. O ministro disse também que outro assunto abordado na reunião foi o desenvolvimento tecnológico. "O avanço tecnológico é importante neste momento em que a concorrência está aguda. Não é deixando trabalhador passando fome que vamos crescer mais", pontuou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • O Pix é seguro? Veja dicas de especialistas sobre o sistema de pagamentos
  • 13º salário: quem tem direito, datas e como a pandemia pode afetar o cálculo
  • Renda básica: o que é, quais os objetivos e efeitos e onde é aplicada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.