finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mantega: é cedo para avaliar impacto de turbulência

O ministro da Fazenda, Guido Mantega,afirmou nesta quinta-feira que ainda é cedo para avaliareventuais impactos da atual turbulência dos mercadosfinanceiros sobre o crescimento global mas que o Brasil estábem preparado para enfrentá-la. Mantega citou como armas do país para a lidar com a atualsituação o câmbio flutuante, contas externas positivas,reservas internacionais elevadas e bons fundamentosmacroeconômicos. "No Brasil nós estamos tranquilos porque o país está muitosólido e habilitado a enfrentar esse tipo de turbulência comtranquilidade, sem maiores consequências", disse Mantega ajornalistas. Ele salientou, ainda, que o principal motor da economiabrasileira atualmente é o mercado interno. Sobre a desvalorização do real verificada nestaquinta-feira, Mantega afirmou que, apesar da variação, um dólarainda abaixo dos 2 reais contribui para manter a inflação emníveis baixos. O real recuou 3 por cento nesta quinta-feira, com o dólarfechando cotado a 1,928 real para venda. (Por Isabel Versiani)

REUTERS

26 de julho de 2007 | 18h48

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSMACROMANTEGATURBULENCIAATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.