Mantega e Meirelles marcam nova reunião para avaliar crise

Governo considera que as medidas adotadas pelo BC para aumentar liquidez já começaram a surtir efeito

Fabio Graner, da Agência Estado,

16 de outubro de 2008 | 09h18

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e alguns diretores devem se reunir nesta quinta-feira, 16, às 10 horas, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e alguns assessores para fazer uma avaliação da crise financeira internacional e seus impactos no Brasil, informou uma fonte do governo à Agência Estado.     Veja também: Compulsório demora a virar crédito no País Se banco não emprestar, BC tomará dinheiro de volta, diz Lula Fed não descansará enquanto não resolver crise, diz Bernanke Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise    Segundo essa fonte, o governo considera que as medidas adotadas pelo Banco Central já começaram a surtir efeito no sentido de começar a fazer circular a liquidez no sistema financeiro, especialmente por meio das operações de compras de carteiras de crédito entre bancos. Mesmo assim, a movimentação do mercado na última quarta-feira, 15, fortemente negativa, mantém elevado o nível de preocupação na equipe econômica, especialmente em relação aos possíveis efeitos da crise financeira na economia real.   A fonte disse não saber se novas medidas serão anunciadas após a reunião desta quinta, mas reiterou que o governo não quer ver uma redução acentuada do ritmo da atividade econômica no próximo ano. A equipe econômica acha factível que o Brasil consiga crescer pelo menos 4% em 2009 e avalia que o governo tem instrumentos à sua disposição para estimular a economia, mesmo reconhecendo a dimensão e a gravidade da crise.

Tudo o que sabemos sobre:
MantegaMeirellescrise financeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.