Mantega era contra cortar TJLP, mas Dilma o convenceu

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, era contra a redução da TJLP, pois temia o impacto nas contas do governo. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, eram a favor, para atender o setor produtivo.

O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2012 | 03h08

A decisão de baixar a taxa de 6% para 5,5% ao ano foi tomada depois de várias reuniões. Mantega discutiu o tema com a presidente Dilma Rousseff, que pediu um esforço para reduzir a TJLP.

/ RENATA VERÍSSIMO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.