Mantega espera que ação do Fed acalme mercado, Brasil cresça 5%

O ministro da Fazenda, Guido Mantega,espera que os cortes de juro anunciados pelo Federal Reservenesta terça-feira acalmem os mercados globais. Apesar deressaltar que é temerário fazer projeções em meio aturbulências externas, Mantega acrescentou que o governo apostaque o Brasil crescerá em torno de 5 por cento este ano. "Isso (a ação do Fed) deve trazer uma calmaria aos mercadosdo mundo", disse o ministro no Palácio do Planalto, ondeministros apresentavam um balanço do Programa de Aceleração doCrescimento (PAC). Num intervalo da apresentação, Mantega anunciou a decisãodo Federal Reserve de cortar a taxa básica de juro em 0,75ponto percentual, para 3,5 por cento. O ministro disse estar confiante de que o impulso que aeconomia brasileira ganhou em 2006 e 2007 se propagará paraeste ano, garantindo o forte crescimento previsto. Além disso, ele disse que o governo prevê que a inflaçãoficará próxima à meta de 4,5 por cento em 2008. Mantega destacou ainda que a meta de superávit primárioserá cumprida "rigorosamente" em 2008 e que a relaçãodívida/PIB cairá. (Reportagem de Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.