Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Mantega fala sobre impostos e arranca gargalhadas em evento

Ministro da Fazenda provoca risos ao afirmar que parte do lucro dos bancos do País voltará à sociedade

Cleide Silva, do Estadão,

08 de agosto de 2007 | 12h06

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, arrancou gargalhadas da platéia formada por centenas de empresários que participaram, na noite de terça-feira, em São Paulo, da entrega do prêmio Melhores e Maiores da revista Exame.  Você também riria das afirmações do ministro Mantega?   Ouça o áudio   Ao comentar o crescimento do País e da arrecadação de impostos, ele falou dos bancos, que têm apresentado os melhores resultados da história, e citou o Bradesco e o Itaú, ambos com lucros recordes no primeiro semestre. "É lógico que a Receita Federal vai receber um bom pedaço desse lucro", afirmou o ministro, causando algumas manifestações entre os presentes. Logo na seqüência, emendou: "E o devolverá à sociedade." A reação foi uma gargalhada generalizada na platéia. Na terça-feira de manhã, o Itaú anunciou lucro de R$ 4,016 bilhões no primeiro semestre, o maior em 20 anos, e 35,8% maior que o valor obtido em 2006. Um dia antes, o Bradesco também havia anunciado seu melhor resultado para o período, com ganhos de R$ 4,007 bilhões. Até agora, os ganhos dos 10 bancos que apresentaram balanços do primeiro semestre apresentam crescimento de 44,5% em relação ao mesmo período do ano passado, somando um total de R$ 10,9 bilhões, segundo a consultoria Austin Rating. A revista Exame identifica anualmente as 500 maiores empresas do País e elege as melhores em resultados de 18 setores, além de escolher a melhor de todas, que este ano foi a Santa Elisa, do setor de energia.  Por setor, as eleitas foram Officer (atacado), Fiat (auto-indústria), CBC (bens de capital), Natura (bens de consumo), Wirex (eletroeletrônico), Mantecorp (farmacêutico), Engevix (indústria da construção), Positivo (indústria digital), Samarco (mineração), Suzano (papel e celulose), Copesul (química e petroquímica), Visanet (serviços), Caraíba (siderurgia e metalurgia), Telemar (telecomunicações), Alpargatas (têxtil), TAM (transporte), Lojas Americanas (varejo), além da própria Santa Elisa (energia).

Tudo o que sabemos sobre:
Guido MantegaMelhores e Maiores Exame

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.