Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mantega: fim da CPMF impedirá cumprimento de meta

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que a eventual suspensão da CPMF dificultaria o cumprimento da meta do governo para o superávit primário (dinheiro economizado para pagar os juros da dívida). Além disso, explicou ele, a suspensão da CPMF exigiria que fossem reduzidos os programas sociais e também os investimentos prioritários do governo, como parte dos definidos no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)."A CPMF é importante para garantir o equilíbrio fiscal. Hoje verificamos que a responsabilidade fiscal traz vantagens inequívocas, pois aumenta a confiança no País e reduz a vulnerabilidade, aspectos importantes sobretudo em momento de turbulência externa. O equilíbrio fiscal e a menor vulnerabilidade levam à redução no Risco País, com conseqüente cobrança de juros menores nos títulos brasileiros e para as empresas que vão captar no Exterior", disse Mantega.

FÁBIO GRANER E GUSTAVO FREIRE, Agencia Estado

04 de setembro de 2007 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.