Mantega: fundo soberano será criado em sintonia com BC

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, destacou hoje, em entrevista coletiva à imprensa, que haverá uma ação em sintonia com o Banco Central na formação do Fundo Soberano do Brasil. "O fundo vai permitir uma ação mais forte na área cambial, em sintonia com o Banco Central. É como se fizéssemos reservas acima do nível atual", disse ele. Mantega voltou a garantir que as atuais reservas internacionais continuarão sendo administradas pelo BC. Também destacou que a criação do fundo soberano tem a aprovação do Banco Central. Para Mantega, o Brasil está habilitado a criar um fundo soberano porque acumulou reservas de US$ 200 bilhões e porque tem um fluxo financeiro de moeda externa elevado. "Então, estamos plenamente habilitados para ter este fundo soberano", ressaltou o ministro. A entrevista foi convocada para Mantega rebater reportagens veiculadas na imprensa de que a criação do fundo seria adiada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.