Mantega: governo desonera trigo e pão francês

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta noite a desoneração do pão francês, do trigo e da farinha de trigo. De acordo com Mantega, a cobrança de contribuição para o Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) que incidem sobre esse produtos será suspensa até o fim do ano - medida que representa um impacto fiscal de R$ 500 milhões. Outra medida anunciada pelo ministro é a suspensão também até o fim de 2008 da cobrança do adicional de frete para renovação da marinha mercante, que hoje é cobrada dos importadores de trigo. A terceira medida é a prorrogação do prazo de importação do trigo in natura até 31 de agosto, medida aprovada pela Câmara de Comércio Exterior. Segundo Mantega, na próxima segunda-feira, medida provisória será publicada com as novas regras. Para ele, isso deve ter efeito no curto prazo. Segundo Mantega, a decisão visa de um lado reduzir os preços e auxiliar no esforço de redução da inflação, e de outro estimular a produção de trigo. O ministro explicou que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu nos últimos 12 meses 5% e que o pão representou 0,25 ponto porcentual dessa inflação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.