Mantega: grau de investimento reduzirá risco e juros

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, previu que a concessão do grau de investimento deve reduzir o risco País e as taxas de juros no Brasil."A conseqüência do investment grade é que o risco do País deve cair, e as taxas de juros ficarão menores para o tomador de empréstimo no Brasil", declarou o ministro, em pronunciamento à imprensa. Ele acrescentou: "Estamos numa posição favorável para continuarmos crescendo. Para o grau de investimento, é importante uma posição fiscal e cambial sólida, com o crescimento da economia. E nós conseguimos conciliar a questão fiscal com um crescimento robusto."Mantega destacou que, se for retirado do índice de inflação o preço dos alimentos, a inflação brasileira é de 3% a 3,5%. Ele observou que esse tipo de raciocínio é usado nos Estados Unidos, onde o núcleo da inflação é calculado excluindo-se alimentos e combustíveis. E, com isso, disse o ministro da Fazenda, a inflação nos EUA cai de 4% para 2%."Estamos próximos das taxas de inflação dos Estados Unidos. Não sei se isso é bom ou ruim", disse. Ele lembrou que a União Européia tem uma média inflacionária de 3,5%. "O Brasil tem tudo para comemorar. A política econômica do presidente Lula vai bem. Estamos colhendo o reconhecimento internacional", declarou Mantega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.