Mantega nega ter defendido revisão de aumentos de tarifas

O presidente do BNDES, Guido Mantega, afirmou na noite desta segunda-feira que não defendeu a revisão dos índices dos contratos das empresas do setor elétrico quando sugeriu, nesta manhã, que o governo e as concessionárias chegassem a acordos que pudessem aliviar o impacto desses reajustes na inflação. Segundo ele, o governo é totalmente contrário a rompimento de contratos e assim não poderia defender mudanças nos índices adotados. Os possíveis acordos entre empresas e governo, segundo Mantega, dependeriam da anuência completa das concessionárias. Ao ser indagado sobre estudos do governo para alteração desses índices quando do vencimento dos contratos atuais, Mantega disse que se há estudos, não é de sua alçada, sendo responsabilidade do Ministério das Minas e Energia e das agências reguladoras.

Agencia Estado,

02 Maio 2005 | 20h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.