Mantega pede a Rússia fim do embargo à carne brasileira

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, solicitou nesta sexta-feira ao ministro das Finanças da Rússia, Alexey Kudrin, o fim do embargo às importações de carne bovina e suína de vários Estados brasileiros. Desde o surgimento de focos de febre aftosa no ano passado no rebanho brasileiro, Moscou mantém a proibição aos produtos de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso, principais produtores do País. "Expliquei que o problema já foi superado e que esses estados não foram afetados", disse Mantega. "A Rússia era a maior compradora de carne suína do Brasil e o embargo não se justifica."Mantega sugeriu a Kudrin o envio de uma equipe de sanitaristas russos ao Brasil para examinar a questão. "Ele disse que transmitiria o teor da conversa ao ministro responsável pela agricultura", disse.VisitaO ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, se encontrará na próxima segunda-feira, em San Petesburgo, com o ministro russo da Agricultura, Aleksey Gordeyev, para discutir o embargo deste país à carne brasileira. Segundo Rodrigues, a prioridade da discussão será a liberação das exportações de suínos de Santa Catarina para a Rússia, que foram embargadas após a confirmação dos casos de febre aftosa no Mato Grosso do Sul no ano passado. "Estamos indo para uma conversa adicional já que todas as questões que eles solicitaram já foram respondidas; o presidente da República (Luís Inácio Lula da Silva) já conversou com o presidente da Rússia e há um encaminhamento para a solução da questão", disse Rodrigues."É um capítulo adicional para que a gente resolva esta questão", concluiu o ministro que participa neste instante do encerramento da semana da citricultura em Cordeirópolis, em São Paulo. Rodrigues deve voltar da Rússia na próxima quarta-feira (14).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.