Mantega se reúne com representantes da indústria de móveis e linha branca

Tema principal do encontro é a discussão da prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados para a linha branca e setor moveleiro

Francisco Carlos de Assis e Bianca Ribeiro,da Agência Estado,

29 de junho de 2012 | 16h01

SÃO PAULO - O ministro da Fazenda Guido Mantega já está reunido, em São Paulo, com empresários e representantes dos setores da indústria de linha branca e do varejo, no escritório do Ministério da Fazenda na sede do Banco do Brasil. A reunião começou por volta das 15h e o tema principal do encontro é a discussão da prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a linha branca e setor moveleiro.

No momento, Mantega faz uma explanação sobre o cenário econômico internacional e doméstico. No encontro, estão presentes o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, o presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), Fernando Castro, e a presidente da Maganize Luiza, Luiza Trajano, dentre outros.

Também estão presentes os presidentes da Associação Brasileira da Indústria Nacional de Eletroeletrônicos (Abinee), Humberto Barbato, e o presidente da Associação Brasileira da Indústria Moveleira (Abimovel), José Luiz Diaz Fernadez.

A expectativa é de que a redução do IPI para a linha branca e móveis seja prorrogada por, pelo menos, mais 90 dias, embora também haja quem espere por uma prorrogação de 120 dias. Em entrevista dada à Agência Estado nesta tarde, Castro, do IDV, disse que sua expectativa é de que o benefício seja estendido até a o final do ano. O presidente da Eletros acredita em 90% de chance do ministro Mantega prorrogar a desoneração do IPI.  

Tudo o que sabemos sobre:
Mantegaindústrialinha branca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.