Mantega só sai do governo 'se quiser', diz presidente

A presidente Dilma Rousseff reagiu com bom humor às ironias de um blog do jornal britânico "Financial Times" sobre o baixo crescimento do Brasil. O texto põe a presidente e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, como personagens de um conto de fim de ano. Nele, Dilma é uma rena apelidada de Roussolph e Mantega é chamado de Guido, "o Elfo vidente". Dilma aproveitou para avisar que Mantega - apelidado por ela de "Guidinho" - continua no governo e só sai "se quiser".

O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2012 | 02h05

Ao comentar o texto do blog britânico, Dilma rejeitou a previsão de que o México será o condutor do trenó do crescimento nas Américas. "Vai querendo", desdenhou. Ela disse que achou "estranho" ser a rena. "Aqui no Brasil nem tem rena. Ainda se fosse um anãozinho..."

Ao contrário do início do mês, quando reagiu com veemência ao pedido de demissão de Mantega, feito pela revista "The Economist", Dilma se mostrou à vontade para comentar a sátira do Papai Noel. "Até que a rena é bem engraçadinha", afirmou.

Em meio à descontração, Dilma avisou não haver "a menor hipótese" de Mantega deixar o governo, "a não ser que ele queira". Mas completou: "Não quero (que ele saia) e, posto que sou eu quem decide, não tem a menor hipótese de ele sair". / T.M. e V.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.