Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Manufaturados puxarão crescimento das exportações em 2005

A Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) detalhou suas projeções para exportações e importações para o ano que vem por categorias de produtos. Os produtos manufaturados vão puxar o crescimento esperado para as exportações do País.As exportações de manufaturados deverão crescer 10,4% em 2005, quase o dobro da média prevista para a pauta total brasileira (5,3%). Com o valor projetado (US$ 57,140 bilhões), os manufaturados deverão representar 57% da pauta de exportações (US$ 100,270 bilhões), acima dos 54% estimados para este ano."As empresas brasileiras que conquistaram o mercado externo não vão abrir mão disso, a não ser que a taxa de câmbio se torne inviável. Quem está, vai querer permanecer no mercado", afirma o vice-presidente da AEB, José Augusto de Castro, citando, também, que a exportação de manufaturados já está forte no segundo semestre e vai entrar embalada no ano que vem.Já para os produtos básicos a AEB estima uma queda de 3,4%, principalmente por conta das quedas de cotações da soja, carne bovina e aves. Castro explica que há previsão de "supersafra" de soja e que, no caso das carnes, tradicionais exportadores, como os Estados Unidos, se voltaram mais ao mercado internacional. Já nas importações, o maior crescimento previsto é de bens de consumo (20,6%), acima do avanço esperado para as compras totais do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.