Maple Energy obtém empréstimo de US$ 140 milhões para desenvolvimento de etanol

Programa inclui uma plantação de cana-de-açúcar de 7,8 mil hectares, uma destilaria e uma usina de energia

Gabriela Melo, da Agência Estado,

29 de março de 2010 | 09h44

A Maple Energy, companhia peruana focada no setor de energia, disse nesta segunda-feira ter garantido um financiamento de US$ 140 milhões para ajudar no desenvolvimento de um projeto de etanol.

 

O programa, localizado na costa norte do Peru, inclui uma plantação de cana-de-açúcar de 7.800 hectares, uma destilaria de etanol e uma usina de energia de 37 megawatts.

 

A companhia afirmou que o projeto deve iniciar as operações comerciais durante o segundo trimestre de 2011. A Maple disse que ter obtido um empréstimo de US$ 140 milhões de três bancos e de uma instituição financeira peruana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Maple Energyempréstimoprojetoetanol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.