Marca tradicional lança seis empreendimentos

Projetos da Gafisa, que passou por processo de reestruturação, atingem valor geral de vendas de R$ 728,7 milhões

Cláudio Marques, Especial para O Estado

25 de junho de 2019 | 03h00

Em 10º lugar no ranking das Incorporadoras desta edição do Top Imobiliário, a Gafisa lançou em 2018 seis empreendimentos que somam um valor geral de vendas (VGV) de R$ 728,7 milhões. Segundo a empresa, que passou por um processo de reestruturação em 2018, todos têm perfil de médio e alto padrão. São eles: Upside Pinheiros, Upside Paraíso, MOOV Belém, Vision Pinheiros, Scena Tatuapé e Belvedere Lorain, em Osasco.

De acordo com a Embraesp, os lançamentos somam 713 unidades e 140,47 mil metros quadrados de área construída. A Gafisa destaca que o Upside Pinheiros, ofertado no primeiro trimestre do ano passado, foi totalmente comercializado. E informa que mais dois desses projetos também foram 100% vendidos, mas não revela quais deles.

A empresa, no entanto, previa fazer mais três lançamentos no quarto trimestre do ano passado, que teriam VGV de aproximadamente R$ 320 milhões. Mas decidiu adiar os projetos para este ano, pois concluiu que os projetos necessitam de ajustes, já que um deles, segundo a empresa, está localizado em uma região sobre ofertada e, os outros dois, situam-se em áreas que, na visão da empresa, não atingiram o nível de desenvolvimento adequado.

A receita líquida total no ano de 2018 foi de R$ 969,8 milhões, 22% acima de 2017, informa a Gafisa por e-mail. A margem bruta ajustada foi 12% acima da 2017, 30,3% contra 18,3%. De acordo com a incorporadora, esse aumento de margem é oriundo da safra de projetos lançada nos últimos anos com “estratégia adequada de preços e produtos”.

A incorporadora se prepara para um novo momento. “A Gafisa está em uma nova fase, com uma gestão que assumiu em março de 2019 com a missão de implementar um plano de longo prazo, com uma equipe extremamente qualificada, que desenvolve empreendimentos em sintonia com o consumidor”, diz o CEO da empresa, Roberto Portella.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.