Marcada para 5a feira licitação para plataforma da Petrobras

Está marcada para a próxima quinta-feira a abertura dos envelopes com as propostas para a construção das plataformas P-51 e P-52 da Petrobras. A abertura dos envelopes estava prevista inicialmente para ter acontecido na semana passada, mas recursos administrativos apresentados por empresas desclassificadas do processo licitatório acabaram por adiar o fim da concorrência. Os recursos foram apresentados pela norueguesa Akker Kverner, e pelo consórcio formado entre o estaleiro espanhol Dragados, e as construtoras brasileiras Andrade Gutierrez e Camargo Correia. As empresas pediram o adiamento da abertura da proposta até que fossem reanalisadas as causas que as desclassificaram. A Marítima, que apresentou proposta com o aval de uma liminar, já que não tinha sido convidada para o processo, não recorreu da decisão sobre sua desclassificação. Seguem na disputa, os consórcios formados pela construtora Odebrecht e a italiana Saipem; o segundo, pela coreana Samsung e pelo estaleiro brasileiro Ultratec e o terceiro entre a Fels Setal (dona do estaleiro Verolme em Angra dos Reis) e a francesa Technip. Orçadas inicialmente em torno de US$ 1 bilhão, as duas plataformas tiveram sua licitação dividida em três módulos. As proposta a serem abertas na próxima quinta-feira correspondem à maior parte do negócio, que se refere à construção do casco e convés. Além deste, há o módulo de geração de energia e o de compressão de gás. A perspectiva é de que todo o processo esteja concluído nas primeiras semanas de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.