Marcas chinesas têm hoje menos de 1% do mercado

Das 20 principais marcas de motocicletas vendidas no Brasil listadas pela Fenabrave, 13 são de origem chinesa e atuam como montadoras ou importadoras. Juntas, venderam 110,4 mil unidades em 2010, menos de 1% do mercado total. Em 2008, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas (Abraciclo) tinha relação de 30 empresas da China que manifestaram interesse em vir para o País, mas várias desistiram. As que vieram, penam para ter uma lasca de um mercado em que as japonesas Honda e Yamaha detêm quase 90% das vendas. Com 2 milhões de unidades no ano passado, o Brasil é o quarto maior fabricante de motos do mundo. A China é líder disparada, com 27,5 milhões de unidades. A Índia é a segunda colocada, com 8,4 milhões, e a Indonésia é a terceira, com 6,2 milhões de unidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.