finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Marco Maia abre reunião da comissão geral para discutir reajuste do mínimo

O presidente da Câmara reafirmou a disposição de colocar o projeto em votação amanhã, 16

Sandra Manfrini, da Agência Estado,

15 de fevereiro de 2011 | 15h50

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), abriu há pouco a reunião da Comissão Geral para discutir o projeto do salário mínimo, reafirmando a disposição de colocar o projeto em votação amanhã. Maia lembrou que a reunião contará com a presença de representantes do governo, das centrais sindicais e da oposição, que vão expor os posicionamentos sobre o aumento do salário mínimo.

O presidente da Câmara pediu ainda para que os presentes às galerias do plenário cumpram o regulamento da Casa, permitindo, assim, a ampla participação de todos na reunião. Ele ressaltou que atendeu ao pedido das centrais sindicais para que os trabalhadores ocupassem as galerias para acompanhar o debate. "Essa presidência pede a todos que estão na galeria que acompanhem o debate, nos ajudem na condução desse debate para que todos possam expressar sua opinião sobre o tema", pediu.

Tudo o que sabemos sobre:
mínimoCâmaraMaia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.