Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Marco regulatório do setor elétrico está claro, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrou, nesta segunda-feira, a cerimônia de lançamento do Fundo Brasil Energia, afirmando que o marco regulatório (regras) do setor elétrico está claro, com a definição dos papéis de todos os agentes do setor. Segundo o presidente, isso foi possível graças à dedicação da ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff. "Ela dedicou esses dois anos para construir as bases para que o Brasil nunca mais tenha apagão", disse. O presidente conclamou os empresários presentes à solenidade a continuarem confiando nos rumos do País e disse que 2005 será melhor que 2004. "Já provamos que o Brasil não vai jogar fora esta oportunidade", afirmou. Lula comparou o atual momento com outros vividos por Juscelino Kubitschek e Getúlio Vargas, entre outros presidentes que teriam "enxergado além do nevoeiro". Ao manifestar seu otimismo quanto a 2005, Lula destacou o papel do Congresso como parceiro do processo de mudanças para desobstruir o crescimento econômico. Ele alertou os jornalistas para o fato de que, embora muitas vezes seja vendida a existência de uma guerra entre o Legislativo e o Executivo, os parlamentares nunca deixaram de votar os projetos essenciais.O presidente agradeceu aos fundos de pensão por terem entrado no financiamento do setor de infra-estrutura e disse que sonha com o momento em que o setor de construção de moradias possa gerar garantias suficientes para que os fundos também entrem na construção de casas.

Agencia Estado,

20 de dezembro de 2004 | 17h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.