Gabriela Biló/Estadão - 15/2/2020
Gabriela Biló/Estadão - 15/2/2020

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Marcos Troyjo é eleito presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, o banco do Brics

O secretário especial de Comércio Exterior do Ministério da Economia vai comandar o banco a partir de julho

Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2020 | 13h08

BRASÍLIA - O secretário especial de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, foi eleito presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), o banco do Brics, bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

A presidência do banco nos próximos cinco anos será brasileira, conforme rodízio acertado entre os membros. Indicado pelo governo brasileiro, Troyjo foi eleito por unanimidade pelo conselho de governadores do NDB e comandará o banco a partir de julho.

O brasileiro será o segundo presidente do banco, que foi criado em 2014 e é atualmente comandado pelo indiano Kundapur Vaman Kamath.

Troyjo é economista, cientista político e diplomata. Foi cofundador e diretor do BRICLab, centro de estudos sobre Brics na Universidade Columbia, nos Estados Unidos, onde é professor de economia e relações internacionais.

É o representante brasileiro em conselhos de organizações econômicas multilaterais, entre elas o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Comitê de Desenvolvimento do Banco Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.