Marfrig investe em nova unidade de suínos

Novo complexo, que será erguido em Mato Grosso, receberá um aporte de R$ 150 milhões

Alexandre Inacio, O Estadao de S.Paulo

26 de junho de 2009 | 00h00

A Marfrig Alimentos anuncia, na segunda-feira, a construção de seu primeiro complexo produtivo de suínos em Mato Grosso, que terá uma fábrica para abate e processamento, com capacidade para abater 3 mil cabeças por dia, e uma unidade para produção de ração. A obra será instalada no município de Rosário Oeste (MT) e terá início neste ano. A conclusão da obra está prevista para 2010 e envolverá um investimento de aproximadamente R$ 150 milhões.Com o novo investimento, sobe para três o número de unidades de abate de suínos que a Marfrig passa a ter, todas elas no Brasil. A atuação do grupo se dá hoje por meio da marca Mabella, que possui uma unidade em Itapiranda (SC) e outra em Frederico Westphalen (RS). Juntas, essas unidades têm capacidade para abater 4,2 mil animais por dia. Para a Marfrig o segmento de suínos foi um dos mais importantes no primeiro trimestre de 2009. Nas duas unidades, a empresa abateu 236,8 mil cabeças, o que representou um crescimento de 4,3% na comparação com o quarto trimestre do ano passado e de 24,9% sobre o desempenho dos três primeiros meses de 2008. Em receita, a divisão de suínos garantiu um faturamento de R$ 76,9 milhões no primeiro trimestre do ano, uma queda de 24,7% em relação ao trimestre anterior.A estratégia da empresa de inaugurar sua primeira unidade de abate e processamento de suínos em Mato Grosso segue a tendência natural das empresas produtoras de proteína animal de ficarem mais próximas da matéria-prima. O Estado é o segundo maior produtor nacional de milho, principal matéria-prima para produção de suínos.Na avaliação de Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Suínos (Abipecs), a produção nacional tende a crescer nas áreas que têm maior potencial de fornecer os insumos. "A Sadia já está em Lucas do Rio Verde e agora a Marfrig irá se instalar em Rosário Oeste. As empresas estão se preparando para atender à demanda externa, mas ainda é preciso abrir novos mercados", diz.O investimento no segmento de suínos ocorre menos de uma semana depois de a empresa ter anunciado sua entrada no setor de perus, com a compra dessa divisão da Doux Frangosul por R$ 65 milhões. Segundo alguns analistas de mercado, a aquisição e a nova unidade que será construída não interferem em nada na negociação com o Bertin. "A entrada no segmento de perus vai na linha da diversificação das atividades da Marfrig. Com o Bertin, o porte da operação é muito maior e diferente", disse Rafael Cintra, analista da Link Investimentos. As duas empresas mantêm conversas para uma possível fusão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.