Marina ataca Dilma por crise no setor energético

A nova candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, criticou nesta quarta-feira a presidente Dilma Rousseff, que busca a reeleição pelo PT, pela crise no setor energético.

REUTERS

20 de agosto de 2014 | 22h01

Em sua primeira entrevista coletiva depois de o PSB formalizar sua candidatura, Marina disse que é lamentável que o país esteja sob ameaça de apagão elétrico desde 2002, tendo sempre a mesma pessoa responsável pelo setor, inicialmente como ministra e hoje como presidente.

Marina prometeu resolver o problema energético de forma estrutural.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAMARINACODFLORESTAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.