Marinho critica controle da inflação por aumento de juros

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luiz Marinho, classificou hoje como "pouco inteligente" a política de controlar a inflação pela elevação dos juros". "Este não é o momento de elevar juros, já que, a duras penas, a economia está se recuperando e, também, a renda dos trabalhadores", afirmou.A avaliação de Marinho foi feita no momento em que boa parte do mercado financeiro aguarda um anúncio de aumento da taxa básica de juros, a Selic, hoje, ao término da reunião mensal do Comitê de Política Monetária (Copom).Marinho lembrou que a CUT defende um entendimento social entre trabalhadores, empregadores e governo para buscar um "choque de produção" que permita a manutenção do crescimento.Ele rebateu as acusações de que a CUT propõe um pacto social nos moldes dos anos 80, quando havia uma interferência maior do Estado na economia, afirmando que a proposta é o rompimento da "lógica de um capitalismo selvagem".Marinho fez essas afirmações após se encontrar com o ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, a quem propôs uma estratégia de aumento real gradativo do valor do salário mínimo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.