Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Marinho recomenda cautela na apresentação de manifesto

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Luiz Marinho, disse concordar com a tese de que a redução da taxa básica de juros é essencial para reativar a economia e diminuir o desemprego conforme atesta o manifesto "Retomada do Crescimento já", que cerca de 30 deputados petistas apresentarão hoje na Câmara. No entanto, o sindicalista recomenda aos deputados maturidade e cautela na apresentação do manifesto, uma vez que o Partido é base de sustentação do Governo. "O Banco Central já deveria ter iniciado o processo de queda, mas, pelo o que eu entendi, a autoridade monetária quis mostrar que não toma decisões sob pressões políticas. Se é isto mesmo, não há sentido não iniciar na próxima reunião o processo de redução da Selic", afirmou. Para ele, se não houver redução dos juros, o desemprego no País se agravará. Marinho acrescentou que, além da redução dos juros o governo deve tomar outras medidas, como por exemplo, a liberação de recursos para investimentos em saneamento e infra-estrutura. Marinho esteve no prédio em que mora o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo. Ele seguiu com Lula para uma visita à fábrica da Ford, também em São Bernardo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.