Martus Tavares pede urgência para socorro à Argentina

O ministro do Planejamento, Martus Tavares, fez hoje um apelo ao presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Enrique Iglesias, para entender a urgência de ações que evitem um declínio econômico mais prolongado na América Latina e Caribe. Citando a crise econômica da Argentina, principal parceiro comercial do Brasil na América do Sul, o ministro disse que a falta de socorro resultaria em maiores sacrifícios para a população e poderia comprometer ainda o processo de reformas estruturais. Tavares afirmou que o Brasil é e continuará sendo solidário com a Argentina e explicou que o governo brasileiro tem estado permanentemente atento à evolução da situação econômica e social naquele país, em especial aos desdobramentos que marcaram o fim do regime de conversibilidade. "Confio na sensibilidade do BID para entender essas urgências", afirmou o ministro.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.