Más condições de trabalho

A Foxconn tem ganhado destaque no noticiário internacional por conta da reação de funcionários às condições de trabalho oferecidas pela empresa. Houve reclamações até mesmo na unidade Jundiaí (SP), onde os funcionários ameaçaram fazer greve em abril por conta de problemas de transporte, alimentação e até falta de água potável. A empresa se comprometeu a melhorar as condições e a greve foi cancelada.

O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2012 | 03h10

Na China, a situação é tão séria que funcionários da Foxconn chegaram a se suicidar. Na cidade de Wuhan, cerca de 200 pessoas ameaçaram saltar do alto de um edifício, em protesto contra os baixos salários. Em 2010, 18 funcionários da empresa tentaram suicídio, e 14 deles morreram.

Para resolver o problema, a Foxconn acabou instalando redes de proteção em volta de suas instalações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.