Mattel destrói no México 175 mil brinquedos com chumbo

Comunicado explicou que entre os produtos destruídos há vários modelos das bonecas Polly Pocket

Efe,

29 de novembro de 2007 | 01h26

A empresa americana Mattel começou nesta quarta-feira, 28, a destruir 175 mil brinquedos, seguindo indicações das autoridades mexicanas. Os produtos foram  retirados do mercado porque continham chumbo e representavam um risco para a saúde infantil. Um comunicado da Secretaria de Saúde explicou que entre os brinquedos destruídos há vários modelos das bonecas Polly Pocket. Os dois primeiros lotes de um total de dez foram triturados em uma fábrica de cimento do Estado do México, diante de representantes da Mattel e autoridades da área de saúde. A médica Mercedes Juan, comissária de Operação Sanitária, disse que a destruição dos brinquedos foi uma medida preventiva. Por enquanto, acrescentou, não houve casos de crianças intoxicadas. Até o momento 44 produtos de Mattel foram retirados do mercado mexicano.

Tudo o que sabemos sobre:
Mattelbrinquedos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.