Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mauá e Sekular anunciam fusão na MSK Participações

A Mauá Investimentos e a Sekular Investimentos anunciaram nesta segunda-feira que decidiram integrar suas atividades para formar a Mauá Sekular Participações (MSK).

REUTERS

26 de outubro de 2009 | 15h02

O grupo atuará em três áreas: gestão de fundos, gestão de patrimônio e gestão de fundos de crédito.

A primeira será chefiada por Luiz Fernando Figueiredo, sócio criador da Mauá, em 2005, e ex-diretor de política monetária do Banco Central.

O segmento de gestão de patrimônio ficará a cargo de João Cesar Tourinho, que foi vice-presidente de tesouraria no Banco Safra. João Carlos Chede, também ex-Safra, será o responsável pela gestão de fundos de crédito.

A MSK terá sua sede em São Paulo, com uma equipe de 40 profissionais, sendo 20 sócios. A companhia nasce com ativos sob administração da ordem de 1 bilhão de reais e uma carteira de cerca de 500 clientes, segundo comunicado enviado pela companhia.

(Reportagem de Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
MERCADOSMAUASECULAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.