coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

McDonald´s enfrenta enxurrada de ações judiciais

A rede defast-food McDonald´s, que conta com 570 lojas e 609 quiosques no Brasil, estáenfrentando na Justiça uma enxurrada de ações de franqueados que discordam dagestão do grupo. Cerca de 30 executivos que comandam lojas pelo sistema d efranquias acionaram a rede norte-americana, que está no Brasil há 23 anos.A principal reclamação desse grupo é a sublocação, que aumenta o valor real doaluguel do ponto determinado para a franquia da marca. Ou seja, o McDonald´s alugauma loja por determinado valor, mas cobra mais caro do seu franqueado. "Se elesalugam por R $ 10 mil, eles cobram R$ 90 mil mensais do franqueado", reclama EliasSallum, que tem quatro lojas McDonald´s e foi à Justiça.Sallum esteve ontem em Brasília acompanhando a aprovação de requerimento naComissão de Assuntos Econômicos do Senado encaminhado para Secretaria de DireitoEconômico (SDE) para apurar denúncias de abuso econômico por parte do McDonald´s.O requerimento foi apresentado pelo senador Lindberg Cury (PFL-DF).No Brasil, a sublocação não pode visar lucro, segundo a Lei do Inquilinato, explica aadvogada Ana Rita Petraroli, que já representou um franqueado do Mc Donald´s em SãoPaulo. Seu cliente acabou sendo indenizado pela rede, segundo Ana. Outro franqueadode Goiânia também já foi indenizado depois de uma briga na Justiça com o McDonald´s.Para alguns especialistas, a disputa do McDonald´s com os franqueados faz umpéssimo marketing para a companhia, ainda mais agora depois que o assunto chegou aoCongresso e pode ser analisado pelo Cade. Os parceiros descontentes criaram até umaassociaçã o, chamada Afim, que reúne os franqueados independentes do McDonald´s.Juntos, eles são responsáveis por 101 ações na Justiça (um franqueado pode ter maisde uma ação judicial).O consultor em varejo Marcos Gouvêa de Souza acredita que o mérito da sublocaçãomais cara para o franqueado não é tão simplista. "O McDonald´s faz benfeitorias noponto, não é uma loja qualquer", opina, embora concorde que a disputa desgaste aimagem do grupo.Para outro analista, faltou ao McDonald´s mais tranqüilidade para lidar com o assunto,cuidando do relacionamento com os franqueados. A empresa ainda não se manifestouoficialmente. Ontem apenas emitiu uma nota discordando da acusação de abusoeconômico.Vale lembrar que não é só no Brasil que o McDonald´s é questionado. Mesmo nosEstados Unidos a empresa já enfrentou polêmicas de natureza semelhante, incluindo a´canibalização´ de pontos, que foi levantada pelo requerimento de Lindberg Cury. Aempresa é acusada de colocar uma loja franqueada muito próxima de outra,prejudicando o movimento da primeira.

Agencia Estado,

08 de maio de 2002 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.