MDIC: Brasil pode se tornar potência energética mundial

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Miguel Jorge, afirmou hoje que o Brasil tem condições de se tornar uma potência energética mundial em 10 anos. "Há fantásticas descobertas de petróleo, como as que estão sendo anunciadas pela Petrobras. Nossa indústria do etanol é extremamente avançada e o potencial hidrelétrico do País é extraordinário. Tudo isso nos capacita a avançar no setor energético ainda mais e nos tornar uma potência em 10 anos", declarou.Entre os temas relacionados pelo ministro, ele referiu-se aos recentes anúncios da Petrobras de existência de uma alto potencial de reserva de petróleo. Ontem a estatal confirmou oficialmente uma nova descoberta na camada pré-sal, localizada abaixo do leito marinho, na Bacia de Santos, que também tem óleo leve (de maior valor comercial), na área chamada informalmente de Guará, perto do bloco de Carioca. Segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que antecipou ontem o anúncio, o volume das descobertas é "bem maior" que os já divulgados. Até então, Tupi é considerada o maior megacampo de petróleo, com um volume estimado entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris. O pré-sal é uma camada de reservatórios que se encontram no subsolo do litoral do Espírito Santo a Santa Catarina, ao longo de 800 quilômetros, em lâmina d?água que varia entre 1,5 mil e 3 mil metros de profundidade e soterramento (área do subsolo marinho que terá de ser perfurada) entre 3 mil e 4 mil metros.A Petrobras é líder em pesquisa e produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.