MDIC: dólar alto retrai importação de bens de consumo

Os primeiros impactos da desvalorização do real em relação ao dólar deverão ser percebidos na retração das importações de bens de consumo, enquanto o benefício para as exportações "não é imediato", avaliou, nesta quinta-feira, 22, o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Daniel Godinho.

ANTONIO PITA E VINICIUS NEDER, Agencia Estado

22 de agosto de 2013 | 11h57

"Não cabe ao ministério fazer avaliação sobre o patamar do dólar. Cabe a mim fazer uma avaliação sobre o impacto desse aumento (da moeda norte-americana) no comércio exterior. Do ponto de vista de importações, há uma conexão, já verificada, em relação a bens de consumo. Do ponto de vista das exportações, há expectativa de um impacto em alguns setores e esse impacto não é imediato. Ele será sentido", afirmou Godinho, na saída da sessão de abertura do Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex 2013).

Tudo o que sabemos sobre:
dólarMDIC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.