Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mecanismos de combate à crise seguem montados, diz Meirelles

Presidente do BC afirma que o Brasil está com uma recuperação sustentável baseada em condições domésticas

Nalu Fernandes, da Agência Estado,

16 de outubro de 2009 | 13h04

Os mecanismos de enfrentamento da crise que foram desenvolvidos no Brasil continuam montados, afirmou o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Em Nova York, Meirelles disse para jornalistas que o Brasil está preparado para continuar crescendo mesmo com o mercado externo desfavorável e acrescentou que, "se existir um problema internacional, certamente estaremos preparados para atuar nas frentes que já atuamos". "O Brasil está com recuperação sustentável baseada em condições domésticas, apesar do mercado externo desfavorável", observou.

 

Veja também:

linkMeirelles afirma que crédito voltou ao normal

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise 

 

Como exemplo dos mecanismos implementados pelo BC brasileiro e que continuam disponíveis se houver necessidade, Meirelles citou os empréstimos de reserva. "Os bancos não estão demandando porque existe oferta de recursos no mercado internacional", completou.

 

Meirelles avalia que os Estados Unidos estão "claramente em processo de recuperação". Ele diz que este é um "processo que é relativamente lento em comparação com algumas recuperações anteriores", o que impõe desafios à frente para os EUA. Na opinião do presidente do BC brasileiro , as autoridades americanas estão preparadas para enfrentar desafios, principalmente as questões relacionadas ao aumento da dívida pública. Meirelles, no entanto, diz que a consolidação fiscal ainda "não é algo para discutir agora". "Vai gerar necessidade de consolidação no futuro, mas toda prioridade agora nos EUA é a recuperação da economia e da atividade. Mas isto certamente seria um desafio", reitera.

 

Mesmo no cenário de uma recuperação mais lenta da economia dos EUA, Meirelles aponta que o "Brasil está preparado para continuar crescendo". Ele destaca que o crescimento da economia brasileira é "fortemente impulsionado pela demanda doméstica e não pela demanda externa". Ainda, o crescimento do País está baseado em uma situação de crédito do sistema financeiro doméstico e não no sistema financeiro internacional e o Brasil tem condições macroeconômicas favoráveis para continuar crescendo e enfrentar problemas externos, enumerou o presidente do BC.

Tudo o que sabemos sobre:
Henrique Meirellescrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.