Média diária de concessões de crédito cai em agosto

O Banco Central informou nesta terça-feira que a média diária de concessões do crédito livre caiu 1,3% em agosto em relação a julho, para R$ 8,909 bilhões. O número é o mais baixo registrado desde janeiro deste ano, quando a média diária estava em R$ 8,237 bilhões. Nos últimos 12 meses, a média diária de concessões apresenta alta de 4,2% até agosto.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

26 de setembro de 2012 | 11h22

Para a pessoa física, houve queda de 1,2% na média de concessões em relação a julho e alta de 5,4% na comparação em 12 meses. Já para a pessoa jurídica, houve retração de 1,4% sobre julho e alta de 3,4% em relação há um ano.

O BC informou ainda que as concessões acumuladas cresceram 3,2% em relação a julho, sendo 3,3% para a pessoa física e 3% para a pessoa jurídica. Segundo a autoridade monetária, as concessões totais do crédito livre somaram R$ 204,909 bilhões em agosto.

Crédito para habitação e veículos crescem

O BC informou ainda que as operações de crédito para habitação cresceram 3,2% na comparação entre julho e agosto, totalizando R$ 250,039 bilhões no mês passado. Nos últimos 12 meses até agosto, o crescimento foi de 38,6%.

No crédito direcionado para habitação, a expansão foi de 37,3% nos últimos 12 meses até agosto, para R$ 231,915 bilhões. Já no crédito livre para a aquisição de imóveis, o crescimento foi de 57,4% no mesmo período, para R$ 18,124 bilhões.

Já o total de operações de crédito para compra de veículos por pessoas físicas subiu 0,4% de julho para agosto, atingindo um total de R$ 204,322 bilhões. No acumulado do ano, a expansão do crédito para esse fim é de 1,7% e no acumulado em 12 meses até agosto, a alta é de 3,5%.

O crescimento das operações foram exclusivamente nos financiamentos realizados por meio do crédito direto ao consumidor, que registrou expansão mensal de 1,2% e de 13,5% no acumulado de 12 meses até agosto. Já as operações de leasing registraram forte queda: de 6,8% de julho para agosto e de -45,7% em 12 meses até o mês passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.