Média diária de exportação cai 26% na 2ª semana de julho

A média diária das exportações brasileiras na segunda semana de julho foi de US$ 785,8 milhões, segundo informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O resultado é 26,7% menor do que a média de US$ 1,072 bilhão registrada na primeira semana do mês.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

20 de julho de 2012 | 13h23

Houve retração na média diária das vendas brasileiras ao exterior nos três segmentos de produtos nessa base de comparação. O grupo dos semimanufaturados recuou 34,9%, passando de US$ 181,6 milhões para US$ 118,3 milhões. Os principais itens a interferirem no resultado foram açúcar em bruto, celulose, ferro-ligas, couros e peles, ouro em forma semimanufaturada e ferro fundido.

No grupo dos produtos básicos, a média diária passou de US$ 518,3 milhões para US$ 341,9 milhões, uma queda de 34%. A influência negativa veio principalmente de soja em grão, petróleo em bruto, minério de ferro, farelo de soja, carne de frango, bovina e suína e café em grão. No caso dos manufaturados, a queda foi de 14,6%, passando de um saldo médio diário de US$ 358,5 milhões para US$ 306,1 milhões. Os principais responsáveis pelo recuo foram autopeças, automóveis, etanol, motores e geradores, veículos de carga, partes de motores para veículos e açúcar refinado.

Importações

A média diária das importações também sofreu retração no período. A redução foi de 18,9%, passando de US$ 947,4 milhões para US$ 768,0 milhões, com destaque para a retração de gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, aparelhos eletroeletrônicos, veículos automóveis e partes e químicos orgânicos/inorgânicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.