seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Média diária de exportações e importações cai em março

A média diária das exportações feitas nas três semanas deste mês ainda está abaixo da média registrada em março de 2001. De acordo com os dados divulgados hoje à tarde pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior entre o dia 1º e 17 deste mês a média das exportações foi de US$ 200,1 milhões ante US$ 234,9 milhões registrados durante todo o mês de março do ano passado. A queda é de 14,8%. Segundo os técnicos do Ministério, essa redução pode ser explicada pela diminuição nas vendas de produos manufaturados, que caíram 20,3%, e semimanufaturados, que tiveram uma redução de 16%. Pelo lado dos manufaturados houve uma redução na venda de aviões, automóveis, aços laminados planos, calçados, entre outros produtos. Já no grupo de semimanufaturados, o Brasil reduziu a venda ao exterior de celulose e alumínio em bruto. Na comparação com o volume exportado na semana passada com o registrados nas duas primeiras semanas do mês, a média diária praticamente manteve-se estável. A balança comercial já registra este mês um saldo positivo de US$ 231 milhões. No ano, o superávit acumulado é de US$ 665 milhões.ImportaçõesA média diária das importações este mês também está abaixo da registrada em março de 2001. De acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, entre os dias 1º e 17 deste mês foram importados diariamente uma média de US$ 179,1 milhões, valor 27,7% menor do que a média registrada durante o mês de março de 2001 (US$ 247,6 milhões). Foram reduzidos os gastos com compra de combustíveis e lubrificantes, produtos eletroeletrônicos, veículos e produtos siderúrgicos, entre outros. Na terceria semana de março foram importados US$ 880 milhões. No ano as importações já somam US$ 9,166 bilhões. Além da queda em relação ao importado em março de 2001, o volume de produtos importados adquiridos este mês está menor do que o realizado em fevereiro. A queda, neste caso, é de 5,1%, já que a média das importações de fevereiro ficou em US$ 188,8 milhões, segundo os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. ArgentinaA queda das exportações brasileiras para a Argentina continua no patamar de 70%. Até a terceira semana deste mês, o volume de produtos brasileiros exportados para a Argentina estava 70,8% abaixo do registrado em março de 2001. As importações também estão menores. Pelos dados do Ministério, a compra de produtos argentinos reduziu em 17,9% na comparação do registrado este mês com o volume de março de 2001.

Agencia Estado,

18 de março de 2002 | 15h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.