Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Média diária de importações e exportações cai quase 40%

Em relação a abril, a média diária das exportações caiu 5,1%, enquanto a média das importações cresceu 10,4%

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

11 de maio de 2009 | 11h16

A crise continua prejudicando o comércio internacional no Brasil. Nos primeiros dez dias de maio, a média diária das exportações caiu 39,4%, enquanto a média das importações recuou 37,6%, na comparação com o mesmo período de 2008. Em relação ao mês passado (abril), a média diária das exportações caiu 5,1%, enquanto a média das importações cresceu 10,4%.

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 11, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Os detalhes serão conhecidos às 15 horas.

 

Na comparação com a média diária do acumulado de 2008, até o início de maio, as exportações, caíram 16,2%%, enquanto as importações diminuíram 23,1%.

 

De 1º a 10 de maio, o superávit comercial brasileiro alcançou US$ 547 milhões. No período, as exportações somaram US$ 2,923 bilhões (média diária de US$ 584,6 milhões) e as importações (média diária de US$ 475,2 milhões), US$ 2,376 bilhões.

 

Já o superávit acumulado de US$ 7,269 bilhões na balança comercial de janeiro até os primeiros 10 dias de maio é 68,1% maior que o superávit do mesmo período de 2008, que foi de US$ 4,324 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.