Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Média salarial para quem trabalha em loja é de R$ 1.622

Empacotador tem o menor ganho da categoria. O maior é de gerente que não tem remuneração fixa

O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2013 | 02h14

De acordo com estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para o Sindicato dos Comerciários de São Paulo, a média salarial de um comerciário de loja atinge R$ 1.622,00

O diretor de relações sindicais da entidade representante dos comerciários informa que o salário piso mais baixo da categoria é de empacotador, que corresponde a R$ 746.

O mais alto é o de gerente, que no entanto não tem salário fixo. Esse profissional de uma loja de grande porte recebe de 1% a 1,5% de comissão sobre as vendas gerais do ponto.

Já para o gerente de uma loja pequena, a comissão é menor do que 1%, ficando normalmente entre 0,6% e 0,7%.

Andrade diz que o piso salarial dos "vendedores comissionistas" de lojas de shoppings é de R$ 1.121, enquanto um operador de caixa costuma ter ganhos de R$ 933.

Um dos setores da economia que mais necessitam de mão de obra, o comércio assumiu em 2010 a posição de maior empregador, ultrapassando a indústria de transformação.

O papel de destaque havia se consolidado em 2011, quando contabilizava 8,5 milhões de pessoas empregadas (18,9% do total da força de trabalho empregada), além de ser o ramo que mais possuía empresas (42,8% do total). Os dados são do último Cadastro de Empresas (Cempre), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e publicado em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.