finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mediador da dívida argentina se reunirá com delegação do governo na terça-feira

"Eu novamente encorajei conversas diretas, cara a cara, com os detentores de títulos, mas isso não acontecerá amanhã", disse Pollack

REUTERS

28 de julho de 2014 | 13h59

O mediador do caso da dívida argentina, Daniel Pollack, disse nesta segunda-feira que irá se reunir com uma delegação de autoridades do governo da Argentina em seu escritório em Nova York na terça-feira, apenas um dia antes do prazo final para evitar outro default do país.

Pollack disse em um comunicado que ele recebeu um telefonema do governo argentino avisando que uma delegação de representantes técnicos, financeiros e jurídicos vão se reunir com ele às 12h00 (horário de Brasília) em seu escritório.

"Eu novamente encorajei conversas diretas, cara a cara, com os detentores de títulos, mas isso não acontecerá amanhã", disse Pollack em seu comunicado, se referindo aos credores que ganharam no tribunal o pagamento de 1,33 bilhão de dólares.

Um decisão judicial bloqueia o pagamento dos títulos soberanos reestruturados da Argentina, que vencem em 30 de julho, a não ser que o governo de Buenos Aires faça, ao mesmo tempo, o pagamento aos credores que se recusaram a participar da reestruturação e que tiveram ganho de causa na justiça, ou que os dois lados cheguem a algum tipo de acordo alternativo.

(Por Daniel Bases)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROARGENTINADIVIDAREUNIAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.