Médicos e servidores do INSS fazem paralisação em Manaus

Cerca de 470 médicos da rede básica de Saúde municipal e do Programa Médico da Família paralisaram suas atividades nesta segunda-feira, 12, em Manaus, no Amazonas, segundo a Globonews. Eles protestam contra a retirada de um abono compensatório e da gratificação de urgência feita pela prefeitura. A greve está prevista para se estender até o próximo dia 16. Os servidores do INSS também fazem uma paralisação de advertência nesta segunda-feira em Manaus e no interior. A decisão é em protesto à prisão de quatro colegas em operação da Polícia Federal. Cerca de 1.500 pessoas devem deixar de ser atendidas nos 14 postos do INSS na capital e no interior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.