Medida altera fundos Petrobras

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou sexta-feira a Instrução n.º 347, alterando a Instrução n.º 297, de 14 de maio de 1998. A nova medida impõe modificações administrativas aos Fundos Mútuos de Privatização da Petrobras, os fundos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).A instrução determinou que os FMPs não precisam divulgar demonstrativos de rentabilidade no mês de setembro, conforme regras da própria CVM para os demais fundos de investimento, pois começaram a render apenas em 17 de agosto. Assim, o primeiros demonstrativos gerais sobre o desempenho dos fundos devem ser divulgados apenas em março de 2001.Outra alteração é a substituição do modo de divulgação dos demonstrativos semestrais com informações dos fundos: em vez de essas informações serem divulgadas em publicações impressas, as instituições podem apenas mandar o extrato para a residência de seus cotistas. Os demonstrativos devem conter o valor de cotas, a composição das carteiras e a rentabilidade auferida por, no mínimo, quatro meses. As medidas visam adaptar os FMPs aos padrões atuais do mercado e, principalmente, diminuir as despesas.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2000 | 07h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.