Medidas argentinas derrubam bolsa de Madri

A aprovação das novas medidas econômicas na Argentina estão tendo forte repercussão na Bolsa de Madri. Depois de confirmada a desvalorização do peso frente ao dólar, as empresas espanholas com investimentos na Argentina estão vendo suas ações despencarem. Até o início da tarde (horário europeu), a Bolsa de Madri registrava uma baixa de 1,20%. A empresa espanhola mais atingida até aquele momento era a Repsol YPF, com perdas de 4% no valor de suas ações. O Banco Santander sofria perdas de 3,64%, e as ações da Telefónica caíram 2,38%. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.